espécies

 

                             

                                         AS ESPECIES

                                        

                                  

 

      

Quais são nossos principais adversários? Eles são numerosos, agressivos, ferozes e magníficos. Uma lista exaustiva pertence ao domínio do impossível. Por isso, vamos limitar-nos a evocar aqueles que encontraremos o mais frequentemente nas bacias dos rios Amazônas e Orenoco. Muitas vezes, conhecemos estes peixes sob seus nomes vernáculos cujas origens são da língua indigêna Tupi.

 Deve ser notado que espécies endémicas do rio Amazonas estão presentes em vários países satélite da Amazônia como a Guiana, o Suriname e a Guiana Francesa cujos rios principais pertencem a diferentes e independentes bacias. No entanto, não é impossível imaginar que devido Ã  proximidade geográfica das partes superiores  das suas tributarias com as do rio Amazonas, há comunicação entre as diferentes bacias durante a estação chuvosa, na sequência de um fenómeno natural chamado de " igapô" que inunda uma grande parte da floresta tropical que abrange a maior superficie dos territórios destes paises. Isso poderia explicar teoricamente a distribuição de algumas espécies fora das suas bacias de origem. A não ser que seja uma consequência de idades antigos quando havia mais agua sobre os continentes... Mas, esta teoria é só nossa...

Em baixo  segue uma lista e uma descrição tão precisa quanto possível dos nossos adversários potenciais.

. Tucunaré

. Pirarucu

. Bicuda 

. Traira, trairão

. Cachorra

. Piranhas

. Aruanã

. Apapa

. Pacus

. Tambaqui

. Matrinxã

. Peixe-cachorro

. Acaras

. Jacunda

. Tarpão, pirapema, Camurupim,

. Robalo, camurim


 

Page lue en 0,1062 seconde (5/0)